Tuesday, November 30, 2010

Acompanhando as últimas sobre o Complexo do Alemão

Logo da Voz da Comunidade
Acompanhando os tweets de Rene Santos que está a frente do jornal comunitário do Complexo do Alemão e relatando o que se passa por lá no @vozdacomunidade fiquei a par que o Jornal Extra possui um canal no twitcam chamado Caso de Polícia onde também estão transmitindo as últimas sobre as operações da polícia no Complexo de Alemão e áreas vizinhas. Abaixo segue o vídeo das últimas notícias divulgadas uma hora atrás.

Monday, November 29, 2010

17 y.o. reports conflicts in Rio via Twitter

Photo by Rene Santos

Rene Santos a resident in the very slum where Brazilian police are currently operating has been tweeting all he sees and hears. Santos started tweeting about the police operations last Saturday and has thousands of newly acquired followers due to the interest in his coverage.

The young man not only gathered just about 29,000 followers, but have caught the attention of the international media. The BBC published an article earlier today entitled Rio favela tweets create overnight celebrity

Tim Hirsch the author of the said article, however, seems to have failed to comprehend that behind Santos tweets is not the desire to be an international celebrity but rather he is driven by a passion for journalism and therefore a wish to tell the world what is happening. 

The conflicts started last week when the military police with the help of the navy decided to take control of the neighbouring slum Vila Cruzeiro and the drug dealers fled to Complexo do Alemão where Santos lives.

Sunday, November 28, 2010

The first winter snow

Met Éireann warning forecast didn't disappoint again. As predicted yesterday it snowed in some parts of Ireland tonight. I always think snow won't fall before late December if at all, but I guess you never know now with global warming, if you believe in it. I do. And in Santa Claus too. Only joking...

Anyway, this photo was taken a while ago and it costed two Irish boys to see a mad woman with a fluffy robe (oops... dressing gown) on the middle of the road. I still get a bit excited when I see snow and with a bit of Irish coffee on top of it you get plenty of laughter over a little snow. To celebrate it I leave you with the King this Saturday night.


Friday, November 26, 2010

Thank you post



This post is in light with Thanksgiving Day in America. I would like to thank all the readers of Campos-Day. When I made this blog public in April I didn't think it would attract that many readers from the U.S. My warmest thank you goes to the kind anonymous readers who have left supportive comments that encourage me to continue writing and also to the friends on Twitter who have shared my posts. See you soon. 

Thursday, November 25, 2010

Entendendo a crise na Irlanda

Este post é para o Wellington Leite e quem tem interesse no tema.

Meu amigo disse: ¨... agora tudo o que leio é a crise na Irlanda e como isso influencia o mundo... me pergunto, o que deu errado nos ultimos 5 anos???¨

Prévia

Para entender a crise irlandesa temos que voltar ao cenário do boom econômico, que surgiu com incentivos fiscais, desencandeando a instalação de diversas empresas estrangeiras na Irlanda, especialmente as do ramo de produtos farmacêuticos e de computação. 

Fatos

Com a vinda dessas empresas surgiram vários postos de trabalho. Em 2000, quando vim estudar e depois ingressei no mercado de trabalho, pude ver as pessoas trocando de empregos como se troucassem de roupa. Os salários foram aumentados para segurar os funcionários. E como isso, um novo estilo de vida foi criado. Digo, um de bastante consumismo mesmo levando em consideração à melhora de vida desde a entrada na Comunidade Européia em 1973.

Paralelamente o governo financiava os construtores, pois acreditavam que com tanto dinheiro na praça todos comprariam os imóveis sendo construídos. Digo, o governo, pois o tão falado Anglo Irish Bank foi estatalizado com uma injeção de € 1.5 bilhões dos cofres públicos mesmo com um sabido risco operacional de 75%, em 2008. Pessoas com baixa taxa de crédito, que normalmente não seriam emprestadas dinheiro, também conseguiam empréstimos como nunca. 

Se você puder assistir o documentário da RTE Ireland from Boom do Bust, você verá que os irlandeses criaram uma noção de realidade financeira que não poderia ser sustentada a longo prazo. Era noiva da classe média organizando casamento no Slane Castle, que como sabemos é um luxo reservado para poucos, e construtores vivendo uma vida de magnata, tomando champagne na piscina de algum hotel espanhol.

A Irlanda deixou de ser um país competitivo em termos salariais fazendo com que as empresas estrangeiras paulatinamente saíssem do país, o que foi dando lugar a um crescente desemprego. O setor imobiliário ficou saturado. Não havia demanda para tantos imóveis como eles imaginavam. As pessoas que contavam com seus altos salários não podiam mais liquidar suas dívidas. Algumas delas atreladas à hipoteca de suas próprias residências. Só no Condado de Galway, onde vivo, há 23 mil pessoas recebendo auxílio-desemprego no momento. A população estimada desse condado é de 77 mil.

Conclusão


O governo teve que recorrer a ajuda financeira do Fundo Monetário Internacional e da Comunidade Européia. Estima-se que a Irlanda tomou emprestado 90 bilhões de Euros, o que não foi feito apenas por necessidade, mas por pressão internacional para não desestabilizar o resto da comunidade européia, o que diga-se de passagem, não seria ruim para os Estados Unidos, que temem o bloco europeu e a força de sua moeda.


Consequências econômicas

Agora o governo divulgou o plano econômico de 4 anos anos para reduzir o déficit do PIB para menos de 3% até 2014. A intenção é reduzir 1 do salário mínimo, diminuindo para 7.65. A VAT, que é a taxa sobre produtos e serviços,   atualmente de 21% (já é cara!), passaria para 23%. Também querem introduzir a cobrança de água e ainda pretendem cortar 2.8 milhões dos gastos com benefícios sociais.

Consequências políticas

O Green Party, que é o partido de coalizão do Partido Republicano (Fianna Fáil), já anunciou que deixará de apoiar o governo a partir da segunda semana de janeiro. Assim, o governo precisaria do apoio dos dois políticos independentes (digo, sem partido) presentes (depois insiro o nome deles aqui) para conseguir ter esse plano econômico aceito no final de fevereiro. Contudo, com a retirada do Green Party, o Fianna Fáil, fica desestabilizado, antecipando assim as próximas eleições gerais, antes previstas para o final de 2011. Se elas ocorrerem antes da passagem do plano econômico é possível que um novo governo decida o futuro da Irlanda.

Nota pessoal: Acredito que o atual cenário econômico e político deixarão uma marca de descontentamento muito grande na história deste país, que não retratei neste post, mas espero que eu tenha conseguido explicar um pouco a crise irlandesa.

Saturday, November 20, 2010

Top 3 Animal News from around the world

You can always resort to the sweetest beings on earth when economy fails and newspapers paint a dim future.

The human-like dog


Photo by Annika Enderborg - The Daily Telegraph
An Irish wolfhound named Druid seats patiently alongside his owner while waiting to be seen by his vet in Sydney, Australia. (Source: The Manly Daily)


The sweet fisher dog



A dog named Honey makes the most of flooded Skokomish River by fishing salmon on the road, in Washington, USA. (Source: kirotv.com)


The Daring Cat

Photo by Vadim Ghird - AP 
This cat is caught ignoring a dog sign in Bucharest, Romania (Source: G1)

Follow my blog with bloglovin

Friday, November 19, 2010

New ad in Daft

Click on the image to enlarge it
This was sent to me by email today. You will probably know that I enjoy receiving emails of this nature. They allow me to understand how locals feel about a given subject. 

It's no doubt that the people who have been spreading this image feel that their country is being sold out by their government since these bailout talks.